FAQ

Fonoaudiologia

Quando é aumentado o tempo de aplicação do laser, proporcionalmente está aumentando a dose de energia e isso pode inibir a resposta desejada. Em resumo, se aplicar 4 J/cm², 2 vezes no mesmo ponto, por consequência, estará aplicando no local 8 J/cm².

Apesar da técnica ILIB basear-se na utilização de laseres vermelhos a 100 mW, a realização da técnica só é possível com um diâmetro de fibra maior (para não gerar lesões nas áreas de aplicação) e com um software que assegure a integridade do diodo laser em ficar ligado durante tanto tempo. Ou seja, não é qualquer laser terapêutico vermelho que pode ser utilizado na técnica citada.

Em relação ao problema com os pacientes, o equipamento foi aferido e a potência está correta. Porém, me diga uma coisa. Seu equipamento está com uma pecinha espaçadora na ponta do equipamento? Essa peça Branca é de extrema importância porque além de proteger a fibra, afasta a ponta da fibra óptica do contato direto com o paciente. Os pacientes de pele negra, ou moreno tem uma alta absorção da luz. E com 100 mW que é a potência do equipamento, pode realmente geral aquecimento se a energia total for muito grande no mesmo ponto.

Recebi seu questionamento, e estarei escrevendo sobre o caso. A assistência técnica passou a informação que o equipamento foi aferido e estava em acordo com as especificações normais. Pela descrição acredito que estava realizando a técnica ILIB, correto? Caso sim, muito importante na técnica utilizar o espaçador branco que está na ponta da fibra óptica. Ao mesmo tempo sempre ter o cuidado de não comprimir a ponta do equipamento na pele do paciente. Como é sabido pacientes com pele mais escura deve se manter um tempo menor de ILIB para não correr o risco de ter uma alta absorção e consequentemente queimadura.

Temos indicado o tempo máximo de 15 minutos diários do ILIB.

Como essa doença erisipela é causada por uma contaminação bacteriana e acomete geralmente a pele. Assim o tratamento deve ser feito com antibiótico com acompanhamento médico (dermatologista).

A aplicação do laser seria indicada após não haver mais contaminação na região. Caso você queira fazer laser já sem contaminação nas lesões, pode colocar o laser vermelho com 2 J por ponto.

A respeito do relato dos casos inicialmente gostaria de mais algumas informações a respeito do ocorrido. Como foi realizado o tratamento do ILIB? Qual protocolo usado? Quantas sessões realizadas? Qual o fototipo dos pacientes atendidos? Estado de saúde dos pacientes? Essas informações são de muita valia para analisar o caso. Porém, adianto aqui que se percebe um aumento da frequência cárdica em alguns pacientes, o que pode explicar a questão de insônia.

A indicação e sugestão do ILIB é que o mesmo seja realizado na artéria radial, que fica na munheca ou punho. Não indicamos que o mesmo seja realizado na região braquial, muito menos na região de carótida.